Noélio cobra valorização da Guarda Municipal e maiores investimentos na área de segurança

Soldado Noélio integra a bancada do PR na Câmara – Foto: Érika Fonseca.

Pelo tempo do Grande Expediente, na sessão ordinária desta terça-feira, 10, o vereador Soldado Noélio (PR) aproveitou a data de hoje, em que se comemora o Dia Nacional da Guarda Municipal, para prestar a sua homenagem aos profissionais de segurança pública. O parlamentar também cobrou da prefeitura de Fortaleza, a valorização dos guardas municipais e defendeu o porte de arma para os servidores que fazem a segurança do Município.

“Hoje vamos homenagear nesta tribuna a Guarda Municipal e como fui servidor da área de segurança por sete anos, sei dos desafios da profissão e posso dizer que os guardas municipais correm até mais risco pois não tem condições de se defender. Inclusive já denunciei nesta Tribuna, este ano, que uma equipe da Guarda em uma viatura, que era para prestar segurança, estava fugindo de bandidos armados. Infelizmente neste dia não temos muita coisa para comemorar.”, relatou.

De acordo com Noélio, a Câmara Municipal de Fortaleza e o prefeito Roberto Cláudio (PDT) não estão acompanhando as necessidades da população. “Estamos aqui para ajudar a fazer o que a sociedade nos pede, e a sociedade nos pede segurança. Mas a Câmara e o prefeito estão parados e enquanto isso a população fica a mercê do marasmo. A prefeitura tem que deixar de tratar a nossa Guarda com a função de abrir e fechar a porta, quando na verdade ela tem que fazer o seu papel de prestar segurança e para fazer isso é preciso dar condições. O próprio prefeito usa para sua segurança, policiais, por que a guarda não tem ainda a arma para dar a segurança que ele precisa.”, frisou.

O vereador ressaltou que ao defender o porte de arma para a Guarda Municipal, coloca como primordial a realização de um curso de capacitação de exames psicológicos. “Aqui quando defendemos o porte de arma, não é só armar a Guarda não. É preciso dar condições e capacitar o profissional para que ele possa fazer uso do equipamento e exercer o seu papel.”, pontuou. Segundo o vereador, em uma pesquisa realizada pelo jornal O Povo, 70% da população entrevistada votou a favor do porte de arma para a Guarda Municipal.
Para o parlamentar, a prefeitura deve valorizar o profissional da segurança. “Aqui tivemos guardas municipais que fizeram a apreensão de armas estando desarmados. Teve também o caso do ônibus que capotou e a equipe da Guarda que salvou as vítimas realizando os primeiros socorros. E quantas vidas já não foram salvas?”, indagou.

Noélio também apresentou a proposta que foi colocada pelo então candidato à prefeitura de Fortaleza, nas últimas eleições, Capitão Wagner (PR), na área de segurança. “A proposta era a criação de uma inspetoria e um pelotão para a segurança nos ônibus e nas paradas. E na época tentaram desvincular essa iniciativa dizendo que era impossível colocar um guarda em cada ônibus, sendo que a proposta era para colocar nas linhas que tivessem maiores índices de violência, e colocar o efetivo com motocicleta para fazer a segurança nas paradas que tem mais assaltos, ou seja, usar em prol do cidadão.”, frisou.

O vereador cobrou a valorização da Guarda Municipal, e pediu a contribuição da Câmara Municipal. “Nós temos que batalhar pela valorização da Guarda Municipal, e estamos aqui no conforto, na inércia. Fortaleza não está acompanhando as necessidades da população, e a prefeitura paga o servidor da Guarda para dar segurança mas não lhe fornece as condições necessárias. Enfim peço a contribuição dessa casa para que a gente possa valorizar esses profissionais”, finalizou.

Liderança da Oposição

Pelo tempo da Liderança da Oposição, o vereador Noélio voltou a destacar a temática da segurança e cobrou tanto do governo municipal, estadual e federal, maiores investimentos na área. De acordo com o parlamentar, é seu papel cobrar que os órgãos cumpra sua função e ofereçam segurança ao cidadão.

O vereador também cobrou as promessas feitas em campanha pelo atual governador Camilo Santana (PT) na área da segurança. “O governador se propôs a instalar sistemas de alarme para que os comerciantes entrem em contato com a polícia, prometeu implantar 33 delegacias mas não foi concluído. Sabemos que ele ampliou o efetivo do Raio, e teve um projeto de promoção que diminuiu os prejuízos. Eu reconheço isso, porém há muito para melhorar. E queremos que o governador cumpra o que ele prometeu.”, destacou.

O parlamentar destacou ainda que a área de segurança não é prioridade da administração do governo federal. “Não tem Ministério de Segurança Pública pois ainda não é prioridade nesse país. A população quer serviço e que cada órgão cumpra seu papel, por isso vamos cobrar. Sabemos que não é só com repreensão que se resolve o problema da segurança por isso propus um projeto para a criação de um programa de prevenção às drogas.”, relatou.

Pela palavra, o vereador Acrísio Sena (PT) rebateu as críticas feitas ao governo do Estado. “Vamos pedir à assessoria do governo que entregue ao Noélio, o documento com todas as ações do governador na pasta da segurança pública. O mandato termina só daqui há quinze meses e posso afirmar que na área de segurança, se pegarmos os últimos 20 anos, que foi feito na segurança, nenhum governador fez o que o Camilo Santana realizou até o momento. Aquisição de novas viaturas, licitações para novas, ampliação do Raio, entre outras iniciativas.”, destacou.

Assessoria de Imprensa
Anna Regadas
Fone: +55 85 3444.8304
Instagram: @cmforoficial
Twitter: @camaracmf
Facebook: http://www.facebook.com/cmfor