Márcio rebate Acrísio e afirma que legislação permite o porte de arma da Guarda Municipal

Márcio Cruz é líder do PSD na CMFor – Foto: Érika Fonseca.

Ao utilizar seu tempo no Pequeno Expediente, na sessão ordinária desta quarta-feira, 6, o vereador Márcio Cruz (PSD) rebateu o pronunciamento do vereador Acrísio Sena (PT), que questionou a legalidade da proposta do Executivo de armar a Guarda Municipal. De acordo com o vereador, a legislação que dispõe sobre a finalidade, competência e estrutura organizacional básica da Guarda Municipal de Fortaleza, sofreu alterações através da lei complementar 0019/2004 e permite o porte de arma para os profissionais.

“Ontem comemorei a decisão do prefeito pois entendemos que hoje o serviço de segurança pública não se faz com o equipamento que temos e depois de muita luta travada a gestão do Roberto Cláudio acertou. E ao contrário do que disse o vereador Acrísio, o prefeito não terá que mudar a lei, pois temos uma legislação que permite o porte de arma para a Guarda Municipal. A legislação está ai e ela permite, só tem que cumprir. Agora é capacitar e treinar os agentes.”, frisou.

Segundo Márcio, a prefeitura assinou convênio com a Superintendência da Polícia Federal no Ceará para realizar o treinamento de 116 integrantes da Guarda Municipal que compõem as Guardas Comunitárias e o Grupo Especial. Com o treinamento, os agentes terão facultado o porte para a utilização de armas de fogo, com atuação e enfoque na prevenção da violência e defesa do fortalezense.

Assessoria de Imprensa
Anna Regadas
Fone: +55 85 3444.8304
Instagram: @cmforoficial
Twitter: @camaracmf
Facebook: http://www.facebook.com/cmfor