Dummar Ribeiro esclarece retirada de assinatura do projeto que convoca plebiscito sobre a regulamentação do Uber

Dummar Ribeiro é vice-líder do PPS na Câmara Municipal – Foto: Genilson de Lima

Subiu na tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza nesta quarta-feira, 12, o vereador Dummar Ribeiro (PPS) para afirmar que retirou a assinatura do projeto de decreto legislativo n° 9/2017, que convoca plebiscito sobre a regulamentação do Uber, por tomar conhecimento que não se tratava de um projeto de lei sobre a regulamentação, mas sim a convocação de um plebiscito.

“Eu disse que assinava achando que se tratava da tramitação de um projeto e ainda disse que votaria contra o projeto. Eu assinei sem olhar. Em conversa com meu líder Michel, me falaram desta assinatura, que não era para o projeto tramitar, era um plebiscito. Eu liguei para o Noélio e disse que ia retirar minha assinatura”, frisou o vereador, destacando que ele não deve seu mandato a ninguém.

Dummar justificou seu pronunciamento devido aos posts em redes sociais, onde o seu nome aparece como o parlamentar que retirou a assinatura. Segundo o vereador, o seu nome foi exposto de forma “maldosa” pelo vereador Soldado Noélio (PR).

“Isso é falta de ética grande. Sempre fui conhecido pelas minhas posições. Eu tenho amizade com qualquer deputado ou vereador, independente de partido, porque sempre respeitei o direito e a opinião. Eu acho que como pessoa pública eu devo satisfação ao povo, mas não devo a nenhum que está pleiteando sobre a aprovação do Uber, mas devo respeito. Vossa excelência tem qualidades para subir e crescer sem puxar o tapete de ninguém”, disse Dummar Ribeiro se dirigindo ao vereador Soldado Noélio.

 
Assessoria de Imprensa
Silmara Cavalcante
Câmara Municipal de Fortaleza – CMFor
Fone: + 55 85 3444.8304
Instagram: @cmforoficial
Twitter: @camaracmf
Facebook: https://www.facebook.com/cmfor/