Dr. Eron afirma que discussão sobre mudanças na “Lei do Silêncio” está progredindo de forma positiva

Dr. Eron é líder do PP na Câmara. Foto: Érika Fonseca

O vereador Dr. Eron (PP) utilizou seu tempo no grande expediente desta terça-feira, 29, para ressaltar que as discussões sobre mudanças nas leis que configuram a Lei do Silêncio estão progredindo de forma positiva. De acordo com o parlamentar, na próxima quinta-feira haverá uma reunião com os músicos da cidade para que seja discutido mais mudanças na lei.

Dr. Eron afirmou que desde que os músicos estiveram na Casa do Povo ainda no primeiro semestre reivindicando por uma revisão na Lei do Silêncio, que sete vereadores, incluindo Dr. Eron, estão trabalhando para que a lei respeite tanto a família e os trabalhadores que merecem um descanso digno a noite, quanto aos músicos que precisam trabalhar a noite e garantir seu sustento.

“É importante que se diga que desde o princípio, ninguém é a favor de acabar com a Lei do Silêncio, da tranquilidade do sono que todos merecem, mas também garantir que os músicos desempenhem seu trabalho e sua função. Já fizemos audiência pública nesta casa e acredito que estamos avançando cada vez mais”, afirmou.

O parlamentar afirmou que a forma e a distância que é medido a denúncia do abuso do som terá mudanças, assim como a garantia do anonimato de quem faz a denúncia. Há também a mudança da emissão de alvará que hoje é a cada dois anos em casas de show, para cinco anos, afirmando que o custo de renovar o alvará a cada dois anos é bastante elevada.

“Há também a questão da apreensão das mesas de som e caixas amplificadoras, que é o ponto mais polêmico. Nós queremos dar a chance da casa de show se adequar antes de tomar uma atitude mais drástica. Então eu vejo que estamos chegando a um entendimento. O debate ainda não acabou, qualquer vereador pode desenvolver emendas para a lei e na próxima quinta-feira teremos mais uma reunião, agora com os músicos, associações e proprietários de bares e restaurantes. É um projeto democrático que estamos construindo com várias mãos”, destacou.

Multa Conversão Errada

Mais cedo, no pequeno expediente, Dr. Eron apresentou na tribuna o vídeo de um cidadão que mostrou a AMC multando carros que estariam fazendo uma conversão errada próximo a Avenida Antônio Bezerra. De acordo com o parlamentar, é preciso que fique claro, com placas sinalizadoras, que o carro só pode entrar na mão que ele se encontra.

“Peço para que o superintendente bote a engenharia de trânsito para ver o que está acontecendo. Se as pessoas estão erradas, elas tem que ser notificadas, mas tem que ter sinalização. Se o carro que está na direita não pode dobrar na esquerda, é preciso deixar bastante claro”, comentou.

Assessoria de Imprensa
Felipe Macedo
Câmara Municipal de Fortaleza – CMFor
Fone: + 55 85 3444.8304
Instagram: @cmforoficial
Twitter: @camaracmf
Facebook: https://www.facebook.com/cmfor/