Audiência discute situação da Delegacia de Defesa da Mulher

Vereador do PROS, Márcio Cruz é o propositor do encontro - Foto: Genilson de Lima

Vereador do PROS, Márcio Cruz é o propositor do encontro – Foto: Genilson de Lima

Na próxima sexta-feira, 29, às 9h30, no auditório Ademar Arruda, a Câmara Municipal de Fortaleza realiza audiência para discutir a situação e o atendimento prestado às mulheres que buscam a Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza. A iniciativa é do vereador Márcio Cruz (PROS).

O parlamentar ressaltou a importância desse debate para entender porque que na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) verificam-se diversas práticas diferenciadas no tratamento conferido à mulher vítima de violência doméstica, como também a inexistência de investimento na capacitação de recursos humanos.

“As deficiências do sistema de proteção à mulher em Fortaleza são alarmantes, onde a notória falta de infraestrutura do prédio em que funciona a Delegacia da Mulher, encontra-se em estado catastrófico. Além da necessidade de uma reforma estrutural, carece também de mobílias, equipamentos de informática e diversos aparelhos que possam garantir o mínimo de conforto às mulheres”, disse o vereador.

Márcio ainda destacou que a política de segurança para mulheres agredidas em Fortaleza está
subordinada às incipientes ações desenvolvidas na Delegacia Especializada. Ele declara que enquanto os entes públicos e a sociedade civil não reconhecerem a violência contra a mulher como uma questão social, merecedora de políticas públicas que vão além da mera disponibilização de aparato repressor como medida pós facto, pode-se afirmar que o que se tem é paliativo e não contribui para a emancipação da mulher, verdadeiramente cidadã.