Acrísio Sena critica proposta de armamento da Guarda Municipal

Acrísio Sena integra a bancada do PT na Câmara Municipal – Foto: Érika Fonseca.

O petista repercutiu na tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza, a decisão do Prefeito de realizar um convênio entre Prefeitura de Fortaleza e Polícia Federal, que possibilitará o treinamento de 116 integrantes da Guarda Municipal, para o uso de armas de fogo, com enfoque na prevenção da violência e defesa.

Acrísio afirmou que a proposta do Executivo é um retrocesso e que ela não representará avanços substanciais no quadro de segurança.

“Aquilo que é comemorado e apresentado como avanço na politica de segurança, eu digo que é um retrocesso, a proposta de armamento é de uma concepção tosca de segurança. Isso tá indo na contramão do mundo, que está desmilitarizando suas polícias”, disse.

O parlamentar ainda alertou que para a Prefeitura armar a Guarda Municipal de Fortaleza terá que mudar a Lei Complementar que trata a competência da Guarda Municipal.

“Concepção retrógrada e distorcida de qual é o real papel de segurança, principalmente da Guarda, que tem um papel auxiliar na segurança pública”, opinou.

Assessoria de Imprensa
Silmara Cavalcante
Fone: +55 85 3444.8304
Instagram: @cmforoficial
Twitter: @camaracmf
Facebook: http://www.facebook.com/cmfor